domingo, 15 de janeiro de 2012

Uma Oração - 1



Pai Eterno, tu nunca tiveste começo. Jamais terás fim. És o Alfa e o Ômega. Cremos nisso, porque o revelaste a nós. Nosso coração se alegra com gratidão porque abriste nossos olhos para verem e conhecerem que Jesus Cristo é o teu Filho eterno e divino, teu Filho Unigênito, e que tu, ó Pai, e ele, teu Filho são um só Deus.
Trememos ao colocar essas verdade gloriosas em nossos lábios com receio de ofender-te com palavras desonrosas e inadequadas. 
Mas precisamos proferi-las porque precisamos louvar-te. O silêncio nos encheria de vergonha porque até mesmo as pedras clamariam. Deves ser louvado pelo que és no mundo que criaste. E devemos agradecer-te porque nos concedeste o privilégio de provar e ver a glória de Jesus Cristo, teu Filho. 
Oh, queremos conhecê-lo! Sim, Pai, ansiamos por conhecê-lo. Apaga de nossa mente quaisquer pensamento indignos a respeito de Cristo. Sacia nossa alma com o Espírito de Cristo e toda a sua grandeza. Aumenta nossa capacidade de nos alegrar nele por tudo o que tu és para nós. 
Todas as vezes que a carne e o sangue forem impotentes, revela-nos o Cristo e concentra nossa atenção e afeto na verdade e beleza de teu glorioso Filho. E concede-nos que, na riqueza ou pobreza, na saúde ou na doença, possamos ser transformados por ele e nos tornarmos um eco de sua auspiciosa presença no mundo. Em nome de Jesus, oramos. Amém.


Oração retirada do livro de John Piper:  Um homem chamado Jesus Cristo